Bem vindo ao site da SPEA - sociedade portuguesa para o estudo de aves

Opções do site

Subscrever Newsletter

Outras opções do site

Pesquisar no site

Data actual

Principais opções do site

Dezembro 2017
D
S
T
Q
Q
S
S
 
 
 
 
 
1
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
 
 
 
 
 
 
A Nossa Missão
A SPEA é uma ONG de ambiente sem fins lucrativos, que tem por missão trabalhar para o estudo e a conservação das aves e seus habitats, promovendo um desenvolvimento que garanta a viabilidade do património natural para usufruto das gerações futuras.
Home  > O projecto > Lista de Acções
imprimir

Lista de Acções
O Projecto LIFE Priolo divide-se em 45 acções, divididas em 5 áreas de actuação:
 
A. Trabalhos preparatórios, elaboração de planos de gestão e/ou planos de
acção

A1. Elaboração do Plano de Gestão da ZPE (SRAM)

A3. Análise da viabilidade económica da gestão e “valoração" dos serviços ecológicos da ZPE Pico da Vara /Ribeira do Guilherme (SPEA)

A4. Documento orientador do corte florestal de Criptoméria na ZPE Pico da Vara / Ribeira do Guilherme e zona envolvente (SPEA)

A5. Integração da ZPE na Rede Nacional de Áreas Protegidas através de regulamentação e orgânica próprias (SRAM)

A6. Integração das medidas de gestão do projecto nas políticas sectoriais e regionais (SRAM)

A7. Zonamento das actividades agrícolas e florestais na zona imediatamente adjacente à ZPE Pico da Vara /Ribeira do Guilherme (SPEA) - (Download)

A8. Revisão da legislação de controlo de espécies exóticas (SRAM)

A9. Mapeamento do coberto vegetal na ZPE Pico da Vara /Ribeira do Guilherme (SPEA)
 
 
C. Trabalhos únicos de gestão do biótopo

C1. Incentivo à plantação de pomares com árvores de fruta que desenvolvem botões florais no final do Inverno  (SPEA)

C2. Corte de Criptoméria nas zonas de floresta degradada nas áreas tampão adjacentes ao projecto (DRRF)
 
 
D. Gestão sazonal do biótopo

D1. Pressionar a administração para a substituição do uso de plantas exóticas por plantas nativas nas bermas dos acessos na ZPE Pico da Vara / Ribeira do Guilherme (SPEA)
 
D2. Testar os métodos químicos de erradicação de Hedychium gardneranum na área de intervenção do projecto (SPEA)
 
D3. Remoção de Hedychium gardneranum na área principal de distribuição do Priolo e numa faixa de transição exterior compreendida na área tampão (SPEA)
 
D4. Remoção manual e química de Clethra arborea e remoção manual de Gunnera tinctoria (SPEA)
 
D5. Abertura dos acessos para aceder às zonas de limpeza de vegetação exótica e plantação de espécies nativas (SPEA)
 
D6. Remoção dos detritos vegetais resultantes da limpeza de exóticas das áreas intervencionadas (SPEA)
 
D7. Tratamento dos resíduos vegetais retirados das zonas de limpeza (SPEA)
 
D8. Plantação de espécies nativas na área principal de ocorrência do Priolo e zonas tampão adjacentes (SPEA)
 
D9. Produção de espécies nativas em viveiro (DRRF)
 
D10. Implementar esquema de fiscalização na ZPE Pico da Vara /Ribeira do Guilherme com particular atenção à zona de intervenção do projecto e à área principal de ocorrência do Priolo (DRRF)
 
 
E. Sensibilização do público e divulgação de resultados
 
E1. Montar cinco tabuletas informativas sobre o projecto e a importância do Priolo e das espécies nativas (SPEA)
 
E2. Produção e manutenção da página web do projecto (SPEA e PARCEIROS)
 
E3. Produção de um CD ROM (SPEA e PARCEIROS)
 
E4. Produção de dois folhetos sobre o projecto para divulgação do projecto e do Priolo (SPEA e PARCEIROS)
 
E5. Promoção geral do projecto através de artigos na comunicação social e publicações diversas (SPEA e PARCEIROS)
 
E6. Produção do logo do projecto (SPEA e PARCEIROS)
 
E7. Produção de um painel sobre o projecto (SPEA e PARCEIROS)
 
E8. Produção de material educativo para integrar no programa escolar das escolas de São Miguel (SPEA e PARCEIROS)
 
E9. Colaboração no desenvolvimento do programa turístico para ilha de São Miguel integrando  informação especial sobre o Priolo e as espécies de vegetação nativa, em colaboração com a Direcção Regional do Turismo (SPEA)
 
E10. Formação dos trabalhadores nas diferentes abordagens ao processo de remoção de exóticas e plantação de espécies nativas (SPEA)
 
E11. Colaboração na promoção de trilhos turísticos a desenvolver pela Direcção Regional do Turismo (SPEA)
 
 
E13. Promoção do projecto através de uma campanha de marketing dirigida ao público-geral (SPEA)
 
 
F. Funcionamento geral do projecto
 
F1. Planeamento, revisão, gestão e implementação do projecto pelo beneficiário e pelos parceiros (SPEA e PARCEIROS)
 
F2. Assegurar o planeamento estratégico do projecto e a tomada de decisão através de uma Comissão Executiva (SPEA e PARCEIROS)
 
F3. Assegurar a consultoria científica do projecto através de uma Comissão Consultiva (Priolo Recovery Team) (SPEA) - [Conclusões do workshop científico]
 
F4. Avaliação da sensibilização da população em geral e da administração relativamente à problemática do Priolo e da vegetação nativa (SPEA)

 
 
F7. Avaliação dos resultados globais do projecto (SPEA)
 
F8. Elaboração do programa recuperação do habitat que dará continuidade  às medidas implementadas durante o projecto (SPEA)
 
F9. Assegurar a contabilidade do projecto (SPEA)
 
F10. Assegurar a auditoria do projecto (SPEA)




voltar



Política de privacidade, adicione aos favoritos, sugira este site © 2010 spea - Todos os direitos reservados.
Seara.com